Moda Novidades

Como definir preços de produtos

Dicas para não errar na hora de definir preços de produtos da sua loja

Talvez um dos momentos mais críticos na hora de montar uma loja ou criar uma marca é a hora de definir os preços dos produtos. Muita gente tem muita dúvida sobre como precificar as mercadorias e, às vezes, até mesmo depois da decisão, ainda sobra muita dúvida se está tudo certo, se condiz com a realidade do mercado e etc.

Claro que é necessário ter um equilíbrio entre custos e a competição do mercado para que a sua loja tenha lucro e todo planejamento de preços exige muita atenção e responsabilidade, mas não é tão complicado.

A gente separou três dicas muito simples para te ajudar a definir preço de produtos e temos certeza de que isso vai facilitar a sua vida!

Bateu a curiosidade, não foi? Então continua lendo para descobrir mais!

Você pode definir os preços a partir de três métodos: concorrência, custo e percepção do consumidor. Agora, vamos explicar como funciona cada um dos três.

  1. Concorrência

Talvez, esse seja um dos métodos mais simples dentre os três. Dessa maneira, você deve acompanhar os preços praticados pelos seus concorrentes diretos antes de definir o preço de produtos da sua loja.

Claro que você deve levar em consideração alguns fatores como: “meu custo de produção é o mesmo que o do meu concorrente?”, “meus custos fixos são os mesmos?”, entre outros.

Por isso, é importante ficar de olho, porém buscando um equilíbrio entre esse método e todos os outros fatores particulares de custo da sua loja.

  1. Custos

Esse método requer bastante organização, assim como qualquer outro, mas esse vai te ajudar até mesmo se decidir utilizar o método de precificação por concorrência.

Primeiro, entenda todos os custos que a sua loja tem – sejam eles fixos ou variáveis.

Os custos fixos são aqueles que são constantes, todos os meses eles acontecem com pouca ou nenhuma alteração. Como, por exemplo, aluguel, energia elétrica, internet, etc.

Os custos variáveis são aqueles que não são previstos ou que acontecem pontualmente. Como, por exemplo, um problema com computadores, fornecedores, entrega, etc.

Colocando esses custos na ponta do lápis, você precisa decidir qual será o preço dos produtos da sua loja para que você veja o lucro.

  1. Valor percebido pelo consumidor

Esse método para definir preço de produtos é muito parecido com o método de observação da concorrência. Porém, esse envolve a observação dos clientes.

O valor que a sua loja agrega ao seu produto vai afetar como o cliente o enxergará o preço dele. Os clientes analisam os valores propostos pelas marcas e lojas por um determinado produto, a partir disso, fazem julgamentos e escolhas para ver o que é mais vantajoso ― como o valor da marca, brindes, ofertas, promoções, etc.

Por isso, não basta praticar o preço mais baixo do mercado, precisa oferecer um serviço que vai fidelizar o seu cliente ao ponto de garantir sua venda por conta do valor do produto e não do preço.

Como sempre, gostamos de reforçar que nada é uma via de regra, por isso, é muito importante usar essas informações e dicas de acordo com a realidade do seu negócio, adaptando tudo que for preciso.

E não se esqueçam, sempre damos dicas legais no nosso Instagram sobre esses e outros assuntos.